Vincenzo Drummer: conheça o baterista mirim apaixonado por Heavy Metal!

Vincenzo Nuciteli tem chamado a atenção nos últimos meses com seus vídeos no Youtube. O garoto interpreta grandes clássicos do Metal e mostra que, mesmo com ainda 10 anos, já tem muita intimidade com as baquetas nas mãos.

Batemos um papo com ele para conhecer um pouco mais da sua história e preferências no Rock e Heavy Metal. Confira!

Heavy Metal Online – Desde os 2 anos de idade você tem contato com a bateria, muito influenciado pelo seu pai, que também é baterista. O que esse instrumento representa para a sua vida, atualmente?

Vincenzo – Nossa! Difícil, sempre toquei bateria e não consigo imaginar como seria minha vida sem a bateria. Diria que a bateria faz parte de mim!

Heavy Metal Online – Em sua biografia, você menciona gostar muito do DVD ‘Rush in Rio’, do Rush, especialmente do baterista Neil Peart. O que mais lhe chama a atenção nele? Quais as principais características dele que o influenciam?

Vincenzo – No começo era aquela bateria enorme. O cara ficava no meio dela, ela girava e tinha uma peça que fazia um som parecido com meu xilocão (xilofone de brinquedo que eu tinha). Minha bateria ficava em um canto da sala e quando assistia a esse DVD, assistia aos pedaços. Via um pouco e corria para a bateria tocar, voltava assistia mais um pouco e corria para a bateria novamente. Meu pai percebeu que eu estava tentando arrastar a bateria para frente da tv e ela ganhou nova posição. Foi só alegria!

Assistindo hoje, chama atenção a maneira “calma” com que ele toca e também como a bateria preenche a música. Às vezes a música parece ser feita para a bateria. Acho que a principal característica dele que me influencia é a calma, a tranquilidade com que ele toca, além da técnica e capacidade criativa.

Falando de bateristas, além de Neil Peart, quais são suas influências? Quem são os melhores na sua opinião?

Vincenzo – Em determinado momento assistia ao Queen (com Paul Rodgers), e fiquei fascinado com o baterista Roger Taylor cantando. Foi uma novidade. Ele tocava e cantava! Depois vieram AC/DC, Scorpions. e o KISS com Orquestra. Tocava praticamente todas deste DVD do KISS. Iron Maiden e Judas Priest também são frequentes!

Gosto muito do DVD do Whitesnake (In the Still of the night), ali conheci Tommy Aldridge. Adoro a música Burn e através deste DVD fui conhecer Ian Paice e o Deep Purple.

Vincenzo (à frente) e os integrantes do Burn, sua banda

Recentemente estive em workshows do Aquiles Priester e do Viny Appice e vi a pegada deles ao vivo. São fantásticos ao vivo. Posso dizer que esses bateristas me influenciaram até aqui: Neil Peart, Phill Rudd, Peter Chris, Nicko Mc’Brain, Scott Travis, Tommy Aldridge, Ian Paice, Cozy Powell, Aquiles Priester e Vinny Appice.

Os melhores são Neil Peart (por sua tranquilidade e técnica), Nicko Mc’Brain (pela felicidade com que toca), Scott Travis (pela precisão e peso nos dois bumbos), Ian Paice (Por seu groove e técnica) e Tommy Aldridge (pela técnica inquieta ao tocar).

Heavy Metal Online – Desde 2014 você é integrante da banda Burn. Fale-nos um pouco mais sobre as suas atividades na banda. Como aconteceu sua entrada no grupo? O mais chama a atenção ao estar no palco, tocando com uma banda?

Vincenzo – Sou um dos fundadores da Burn! Na realidade a Jéssica (Guitarra e vocal), Rafael (Contrabaixo) e a Ellen (Guitarra) teriam uma apresentação no conservatório em que estudam e me chamaram para fazer a bateria. Pedi para meu pai conversar com os demais para continuar e, felizmente, eles aceitaram!

Todos na banda curtem rock´n roll então o repertório segue pelos grandes clássicos: Deep Purple, Black Sabbath, Led Zeppelin, Iron Maiden, Metallica, Queen, Kiss, entre outros. Todos sugerem músicas para compor o repertório e neste momento, estamos trabalhando em Master of Puppets (Metallica) e Pull me Under (Dream Theater).

A reação do público é algo que chama muito a atenção. Percebo a galera meio que espantada com minha idade/tamanho tocando este tipo de música. O principal e mais gostoso é que eles normalmente curtem o que estamos tocando.

Heavy Metal Online – Você pensa um dia viver exclusivamente de música no Brasil? Como você avalia a dificuldade que é tocar Rock por aqui e o encerramento de muitas bandas por falta de apoio da mídia e público?

Vincenzo – Tenho recebido muitas mensagem de apoio e admiração, mas também tenho recebido alguns comentários de que eu devo procurar bolsas de estudo e sair do Brasil para desenvolver meu talento, por que aqui não valorizam os músicos. Isto me assusta um pouco.

Meu pai tem me falado bastante sobre a necessidade de desenvolver outras habilidade também, procuro me garantir na escola. Penso sim em viver de música, de meu instrumento!

Vejo que a quantidade de eventos voltados para o sertanejo e outros estilos são maiores que os eventos voltados para o Rock, então penso que tem mais gente a fim de ouvir esse tipo de música do que rock. É difícil dizer algo.

Heavy Metal Online – Você estuda bateria há 3 anos aproximadamente. Como essa aulas têm influenciado o seu amadurecimento como músico? Fazendo uma auto análise, qual o seu grande ponto forte como baterista?

Vincenzo – Meu professor Silas tem me ajudado muito! Principalmente a compreender na teoria o que já faço, por exemplo, na prática. Parece um quebra-cabeça onde as peças vão se encaixando.

Vincenzo já estuda bateria há 3 anos
Vincenzo já estuda bateria há 3 anos

Ele também sempre traz algo novo para as aulas, desafiador, e isso vem acrescentado muito em minha maneira de tocar. Agora, fazendo uma auto análise, diria que meus pontos fortes estão na minha pegada e também no meu trabalho com os dois bumbos. Percebo as pessoas admiradas quando me veêm tocar. Quando pessoas ligadas a música (outros músicos, por exemplo) ficam admiradas com minha forma de tocar percebo que faço algo “diferente” para minha idade.

Heavy Metal Online – Quais suas bandas preferidas? O que você tem escutado atualmente?

Vincenzo – Minhas banda favoritas são: IRON MAIDEN, ACCEPT, KISS, METALLICA, JUDAS PRIEST e RUSH, apesar de não conhecer tudo sobre elas ainda.

Ultimamente tenho escutado algumas músicas do Dream Theater e Avenged Sevenfold, e depois de ver o show do Accept no Monster of Rock deste ano tenho ouvido bastante os caras, tanto que já gravei um vídeo com uma música deles e em breve estará no meu canal no youtube. Ficou muito bacana, espero que a galera goste!

Heavy Metal Online – Para encerrar, mande um recado para todos os apaixonados por Rock que sonham em ser um músico profissional!

Vincenzo – Gostaria de agradecer ao pessoal do Heavy Metal Online e ao Reynaldo por esta grande oportunidade. Aos amantes do Rock que sonham em ser músico profissional, digo para buscar sempre evoluir em seu instrumento, e nunca, nunca DESISTAM!

O meu vídeo de Painkiller (Judas Priest) teve uma repercussão muito bacana e agradeço a todos por gostar e divulgar esse trabalho! Obrigado a todos! E, continuem me acompanhando pelo Facebook e pelo meu canal no Youtube. vem mais por aí!

Vincenzo “Drummer” Nuciteli \m/

Home Page: www.vincenzodrummer.com
Canal Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCMogkhmG9KrHA5b7z8aRsEQ
Facepage: https://www.facebook.com/pages/Vincenzo-Drummer/1611172742468741

Assista a performance em Burn, do Deep Purple:

Assista a performance em Painkiller, do Judas Priest:

Vincenzo com Aquiles Priester
Vincenzo com Aquiles Priester

VOCÊ VAI GOSTAR TAMBÉM...