Rafael Bittencourt: “Hoje sou mais crítico e mais maduro musicalmente”

Post feito por Reynaldo Trombini

Heavy Metal Online – Após uma série de shows com convidados como Amom Lima (Família Lima), Marcell Cardoso (Família Lima) e Fernando Nunes (Cassia Eller) você está trabalhando na produção do seu primeiro DVD solo. O que os fãs podem esperar desse material?

Rafael Bittencourt – Os fãs testemunharão o momento atual da minha carreira. Inaugurei meu projeto em 2008 e muita coisa aconteceu na minha vida desde então. Profissionalmente e pessoalmente. Acho que os fãs terão a oportunidade de verificar as transformações que aconteceram. Mostraremos como as musicas de 2008 soam hoje e algumas tendências para trabalhos futuros.

Heavy Metal Online – Esse trabalho contará com novas composições que trazem uma mescla de sua bagagem musical com o Rock brasileiro. O que mais lhe atrai hoje no cenário nacional de uma forma geral?

Foto: Henrique Grandi

Rafael Bittencourt – Hoje o artista tem liberdade de fazer o quer e tem um julgamento do público direto e imediato através da internet. Isto é muito bom!

O crowdfunding por exemplo é a oportunidade do público ser sócio em um projeto, pois comprando com antecedência ele ajuda a financiar, dando a ele o direito de palpitar na direção que o projeto irá tomar.

Heavy Metal Online – O seu primeiro trabalho solo “Brainworms I” ganhou enorme repercussão na época do seu lançamento, sete anos atrás. Quais as lembranças positivas do processo de composição desse registro? Afinal, quando teremos “Brainworms II”?

Rafael Bittencourt – O Brainworms I foi um relato pessoal, um desabafo musical. Também pude agregar músicos com quem adoro tocar e explorar linguagens diferentes do Angra.

Comecei sem pretensões comerciais e hoje tenho um bom público de seguidores. Acho possível fazer um Brainworms II, depois do DVD. Será importante ter o DVD no meio pra mostrar esta transição.

Heavy Metal Online – Você possui 25 anos de carreira e mais de 25 títulos lançados, dentre eles um disco solo. O que mudou no Rafael de “Angels Cry” se comparado com o Rafael dos dias atuais, musicalmente falando? Qual o seu ponto forte como guitarrista, em sua auto análise?

Rafael Bittencourt – Hoje sou mais crítico e mais maduro musicalmente. Pondero mais. Há pontos bons e ruins nisto, mas não há como descartar a experiência. Tenho um monte de sonhos que não estão diretamente relacionados à música e à guitarra. Quero correr atrás destes sonhos.

Meu ponto forte é conhecer muitos estilos de música diferentes e saber como misturá-los sem descaracterizar o metal ou o rock, acho que tenho facilidade para compor e isto também me serve de vantagem.

Assista o vídeo de divulgação do DVD gravado por Rafael Bittencourt:

Quer adquirir o DVD? Acesse:

http://www.kickante.com.br/campanhas/rafael-bittencourt-garanta-ja-o-meu-novo-dvd

Manaus: A FORÇA QUE VEM DO NORTE

COGUMELO RECORDS – 30 ANOS

Por que o METALLICA é tão grande ?

O METAL RESGATANDO A NOSSA HISTÓRIA

EVOLUÇÃO NO HEAVY METAL

O MAL QUE NOS FAZ !

Back to Top