Jailor – Stats of Tragedy

By: Thalles Magno

Jailor é uma banda de Thrash Metal oriunda da cidade de Curitiba/PR e que desde 1998 vem conquistando seu espaço na cena nacional. Já dividiram palco com banda de renome internacional como, por exemplo: Destruction (Alemanha), Morbid Angel (Estados Unidos), Exciter (Canadá), Assassin (Alemanha) e Suicidal Angels (Grécia).

A banda já lançou as demos “Capital Punishment” em 1999 e “Religious Unpurge” em 2001, além de seu debut “Evil Corrupts” em 2005, no entanto, só após 10 anos deste, em 2015, a banda lança seu segundo álbum de estúdio chamado de “Stats of Tragedy”.

Em “Stats of Tragedy”, que foi gravado no estúdio Avant Gard por Maiko Thomé Araújo, tem novamente a arte gráfica desenvolvida pelo Anderson L.A. que também já é figura carimbada por outras bandas brasileiras. O álbum, contou com uma considerável melhoria em relação a produção sonora que apresenta-se melhor que a do seu antecessor, com um instrumental está mais nítido e melhor mixação/masterização, além de evidenciar um aprimoramento técnico por parte dos músicos.

Nesse novo play, a sonoridade está mais ácida e agressiva do que nunca! São 1 intro e 8 faixas de puro Thrash Metal em seu estado mais primitivo, que conta também com fortes influencias de bandas de Heavy/Thrash dos anos 80. Em algumas passagens ficam evidentes influências dos clássicos Exciter, Slayer, Metallica e Coroner.

Iniciando-se com a música “Human Unbeing”, logo percebe-se um instrumental bem agitado e diversas variações ao decorrer da faixa, contando com um vocal matador e melodias bem conduzidas pela bateria. Em “Throne of Devil” há uma bela presença do baixo no inicio da música que trás a tona influência da banda Death com a música “Spirit Crusher”, ou seria apenas uma coincidência?!, Ressaltando também, a presença de um backing vocal urrado que faz com que a banda muitas vezes seja rotulada de Thrash/Death Metal.

Outras excelentes faixas que merecem destaque são: “Jesus Crisis”, “Ephemeral Property” e “Six Six Sickness” que são ótimas indicações por apresentarem uma “receita” bem feita, com todos os ingredientes na medida certa. Logo, quem busca um som frenético, agressivo e bem produzido deveria conhecer o Jailor, que além de tudo é uma excelente banda que só vem contribuindo para a valorização da cena brasileira.

Ouça a faixa ‘Human Unbeing’:

Tag:

COGUMELO RECORDS – 30 ANOS

O METAL RESGATANDO A NOSSA HISTÓRIA

EVOLUÇÃO NO HEAVY METAL

Back to Top