Ordo Draconis Belli: cultura, arte e lutas medievais no Roça ‘n’ Roll

A 19ª expedição do Roça ‘n’ Roll marca o retorno da Ordo Draconis Belli ao Sul de Minas Gerais. O grupo vai recriar ambientes típicos de uma vila medieval e encenar lutas épicas durante o festival. As performances do grupo estão agendadas para o sábado (17 de junho), dia principal do evento.

A ordem foi criada em 2011 por apreciadores do tema com objetivo de divulgar a cultura e a arte medieval.  Para isso, os membros realizam uma extensa pesquisa sobre os modos e fazeres do período, incluindo histórias, comportamento, vestuário e técnicas de lutas. A proposta da Ordo Draconis Belli no Roça ‘n’ Roll é inserir uma atmosfera medieval e mística no festival e permitir uma “viagem no tempo” ao público. Além das lutas medievais, será montada uma pequena vila medieval com uma feira de artigos e artesanato inspirados na época.

“Somos um grupo de amigos de uma variada gama de áreas profissionais: engenheiros, advogados, professores, historiadores, estudantes, que juntos se propuseram a viver essa fábula. A fábula de sermos por alguns instantes guerreiros bárbaros, cavaleiros medievais, cruzados religiosos, saqueadores vikings e qualquer outro personagem emblemático desse vasto período histórico”, explica Guilherme Dantas, um dos fundadores da Ordo Draconis Belli.

De acordo com ele, o grupo realiza treinamento periódico de lutas individuais e em duplas, utilizando diferentes técnicas de combates com espadas, maças, lanças e outras armas medievais. “Priorizamos a reconstrução histórica dentro de um contexto de modernização das técnicas de segurança física de nossos membros e da plateia que nos prestigia para evitar eventuais acidentes. Priorizamos acima de tudo a amizade, o respeito e a diversão no que fazemos”.

A programação da 19ª expedição do Roça ‘n’ Roll começa na quinta-feira (15 de junho) na Quinta da Boa Música com as bandas Rural Willys (Monsenhor Paulo/MG) e Salário Mínimo. No mesmo dia, a banda Black Foxxer, de Pouso Alegre/MG se apresenta do Jardim Elétrico Pub.

Na sexta-feira, o Roça ‘n’ Roll ocupa o Subsolo Bar com a banda varginhense Motosserra Truck Clube (MTC) e com as belo-horizontinas Motorvader (tributo ao Motörhead) e Santa Madre Cassino (tributo ao Matanza).

Para o sábado, enquanto a Ordo Draconis Belli presenteia o público com uma intensa viagem à era medieval, os palcos recebem Andre Matos (turnê do álbum Holy Land), Martin Walkyier (ex-Skyclad), Tuatha de Danann, Overdose, Project 46, Miasthenia, Soulspell, Supla, Aneurose, Lothlöryen, Salário Mínimo, Lobotomia, New Democracy, Scourge, Surra, Válvera e Venereal Sickness nos palcos. Este ano, a Tenda Combate destaca os grupos Incurse (Varginha/MG), Until The End (Itaúna/MG), Apple Sin (Barroso/RJ), Crematório (Divinópolis/MG) e Herege (Maria da Fé/MG).

Os ingressos para a 19ª expedição estão disponíveis para venda nas lojas Wanger Instrumentos Musicais e Tribos S/A (Varginha/MG), Studio Rock (Poços de Caldas/MG) e Kabelo Tatuagem (Alfenas/MG) ou em 12 vezes no cartão de crédito pelo site:

https://ticketbrasil.com.br/festival/4965-rocanroll-varginha-mg/.

Os ingressos para excursões podem ser adquiridos pelo e-mail: ticketroca@gmail.com.

O Roça ‘n’ Roll 2017 tem o apoio da Frutty Refrigerantes, Speed Life Energéticos, Fundação Cultural de Varginha, Consulado do Rock, Espaço Livre, Programa Combate, Lady Snake, Dom Caixote, Cantina Romana, W Outdoor, Peixaria São Francisco, K2 Lanches e Pizza, FKL Fibras, Tribos S/A, Print Adesivos, Voice Music, Braia Studios, Chromos Design, Pré Festas Ingressos e Jardim Elétrico Pub. A realização é da Braia Produções. As informações podem ser acompanhadas pelos canais oficiais do festival nas redes sociais e no site oficial: www.rocainroll.com.

Fonte: Roça n’ Roll

VOCÊ VAI GOSTAR TAMBÉM...