AMILCAR AGRADECE PUBLICAMENTE ANDREAS KISSER PELA INDICAÇÃO NO PALCO SUNSET.

Post feito por Clinger Carlos

Em minha passagem pelo Rock In Rio, no dia 04 de outubro encontrei várias pessoas que apoiam a música pesada do Brasil e pude notar uma clara felicidade no ar. Realmente o sentimento era muito bom naquele momento, pois todos estavam se sentindo parte daquele grande evento. Dentre as bandas do Brasil que se apresentaram, o gostinho de ver Torture Squad, Claustrofobia e Nervosa no Palco Sunset foram uma motivação a mais para toda a nação headbanger brasileira.

Mas a pergunta que vinha em minha mente era: Quem idealizou a participação das bandas nacionais neste Palco Sunset? Seriam os managers do Rock in Rio? Seria o próprio Roberto Medina?

Mergulhei então nos bastidores do festival para uma matéria com as bandas nacionais que estavam prestes a se apresentar e quando estava finalizando meu bate papo com Amilcar Christófaro, do Torture Squad, o mesmo mandou um agradecimento para Andreas Kisser, que os indicou para o festival. Confira o depoimento de Amilcar: “Eu preciso fazer um agradecimento público ao Andreas, porque foi ele que indicou a nossa participação junto ao Zé Ricardo (Stage Manager, do Palco Sunset), juntamente com a participação do Claustrofobia e a participação mais que especial do Chuck Billy “

O depoimento completo estará na cobertura oficial do nosso canal, na próxima semana.

Eu tinha em mente que alguma indicação teria ocorrido e teria feito diferença na tomada de decisão do Rock In Rio, inclusive citei em uma LIVE no meu canal a possibilidade de ter sido Andreas, principalmente porque Claustrofobia e Torture Squad não tem gravadora e naquele contexto, em minha opinião, não era dinheiro que estaria colocando as bandas naquela posição.

Andreas Kisser é hoje nossa maior referência musical dentro do Heavy Metal, isto é inegável. Mas o que pessoas como ele podem fazer para contribuir com nosso cenário? Eu digo que é fazendo o que ele fez no Rock In Rio, indicando bandas, recomendando festivais, dentre outras ações que possam realmente fazer a diferença. E quero deixar claro, como já disse algumas vezes em meu canal, que indicações, network e outros meios não são crime, são formas de fazer negócio ou de se relacionar dentro do seu meio. Quem consegue ser bem relacionado dentro do seu meio, sempre sairá na frente dos demais.

No Brasil, temos pessoas muito importantes do meio metal que podem sim contribuir de alguma forma para que o cenário possa evoluir e ocupar espaços ainda não ocupados, para que no final sejamos todos beneficiados dentro da cadeia. O que é um câncer para qualquer cenário é uma pessoa que tem uma relevância, ficar olhando só pra cima e não valorizar nem apoiar quem está abaixo da sua cadeia produtiva.

A atitude de Andreas Kisser foi importante não só para as bandas, mas sim para todo o cenário nacional. Vale lembrar que quando você indica alguém para um posto deste, você está colocando sua imagem em risco com o festival, pois se algo der errado ou até mesmo uma banda desfazer a formação antes do evento, a imagem do indicador fica desgastada. Ainda bem que não foi o caso e tudo  correu perfeitamente com o Rock In Rio.

Apesar de mais uma vez não conseguir entrevistar o Sepultura, devido a gestão de imprensa do Rock in Rio, concluo que saímos todos felizes, valorizados e com o sentimento de que que fazemos parte do contexto musical deste país, pois fizemos nossa parte e lotamos o Rock In Rio, tudo isto devido uma atitude sensata de uma pessoa relevante para o heavy metal do Brasil, que é o Andreas Kisser, da nossa maior referência mundial, Sepultura.

A cobertura completa co Rock In Rio, vai ao ar em nosso canal do Youtube, na próxima semana, inscrevam-se e acompanhe nossos conteúdos: https://www.youtube.com/user/heavymetalonline/videos

 

Palco Sunset foi o mais frequentado pelos amantes da música pesada no Rock In Rio.

Manaus: A FORÇA QUE VEM DO NORTE

COGUMELO RECORDS – 30 ANOS

Por que o METALLICA é tão grande ?

O METAL RESGATANDO A NOSSA HISTÓRIA

EVOLUÇÃO NO HEAVY METAL

O MAL QUE NOS FAZ !

Back to Top