Último show do Information Society em São Paulo é marcado por abuso de efeitos psicodélicos

Post feito por Clinger Carlos

Texto: Guilherme Góes

Foto: André Santos

 

Após 41 anos de carreira, 12 lançamentos oficiais, milhões de cópias vendidas e dezenas de turnês ao redor do mundo, a banda estadunidense de synth-pop Information Society  decidiu encerrar suas atividades. No entanto, para a felicidade dos fãs, o grupo prometeu uma extensa turnê de despedida antes da aposentadoria definitiva. 
 
No último sábado (28), os fãs paulistanos tiveram a oportunidade de dançar pela última vez sob o comando de Kurt Larson e companhia na pista da Terra SP – nova casa de espetáculos localizada na zona sul da capital paulista.
 
Formada em 1982, na cidade de Minneapolis, Information Society (também conhecida como “INSOC“) surgiu como um projeto de amigos de colegial: Paul Robb, Kurt Harland e James CassidyJá o sucesso mundial veio no final dos anos 80, após o lançamento do álbum homônimo, que emplacou os hits “Repetition”, “Walking Away” e “What ‘s on Your Mind (Pure Energy)”.
– Terra SP: nova opção na cena noturna paulistana
 
O show aconteceu na Terra SP – espaço recém inaugurado em Santo Amaro, zona sul de São Paulo. 
 
Contando com três andares interativos, o clube tem capacidade para atender mais de três mil pessoas, e fornece certas mordomias aos visitantes, como camarotes privativos, bares espalhados por todo o ambiente, estacionamento anexo ao local e chapelaria. Além disso, o Terra SP exibe equipamentos modernos, com destaque ao telão e iluminação de palco com painéis em LED. 
– Show
 

Pontualmente, às 21h, a casa abriu ao público geral. No entanto, um pequeno atraso dificultou o credenciamento dos profissionais de imprensa, que só foram atendidos por volta das 23h. Dessa forma, os representantes dos veículos de comunicação acabaram perdendo os sets dos DJs Leandro Carrasco e Ronaldinho.

Por volta das 23h, a banda Technique apareceu no palco para aquecer a pista. O grupo, que já é conhecido na noite paulistana devido a constante presença na festa flashback “Pop & Wave”, mesclou faixas autorais dos trabalhos “Connected” e “Touching The Void” com covers de nomes populares da cena oitentista. Além disso, os rapazes utilizaram muito bem os efeitos especiais proporcionados pelo telão de LED da casa. O clímax do show foi a breve participação de Kurt Harland em “True Faith” (New Order) e um tributo ao Depeche Mode com “Enjoy The Silence”, que levou o público à loucura. 

Ao término do set do Technique, a casa alcançou sua capacidade máxima, dificultando até mesmo a circulação do público no espaço. Enquanto os roadies do Information Society arrumavam o cenário, DJ Ronaldinho animou os presentes exibindo alguns vídeo clipes icônicos do cenário pop das décadas de 80/90, entre eles: “A Little Respect” (Erasure), “Pump Up The Jam” (Technotronic) e “Take On Me” (A-HA). 

Alguns minutos após às 0h30, Paul Robb, Kurt Harland e James Cassidy subiram ao palco. Durante o início do show, o trio mandou alguns b-sides, com destaque a “Room 1904”, que foi enfeitada por efeitos psicodélicos no telão, passando por imagens explosivas a uma homenagem aos jogos 8-bits. 

Variando entre as recentes “Nothing Prevails” “World Enough” a clássicos do primeiro álbum como “Something in the Air”, além do cover “Lay All Your Love on Me”, do grupo sueco ABBA, a temática psicodélica continuou dominando a decoração do show. 

Aos 61 anos, Kurt demonstrou estar em forma ao correr pelo palco solicitando palmas entre as canções. Em determinada ocasião, o músico foi a pista para dançar com alguns fãs que se encontravam na pista premium . Além disso, o frontman também exibiu domínio da língua portuguesa e da cidade de São Paulo ao brincar: “Quem aqui é da Mooca?”, “Quem aqui é da Bela Vista?”

Em meados do set, a banda começou a destacar uma sequência de sucessos do álbum homônimo. As dançantes “Running” “Walking Away” colocaram o público para cantar a plenos pulmões. Porém, o momento de catarse coletiva veio com “What’s on Your Mind (Pure Energy)”, cuja execução foi acompanhada por quadros psicodélicos em conjunto com recortes do seriado Star Trek.

Após uma breve pausa, os senhores retornaram ao palco para um bis com “Repetition” – sucesso onipresente na programação de qualquer rádio ou festa flashback. Após o encerramento do show, Kurt ainda permaneceu no palco distribuindo setlists, baquetas e autografando itens que eram arremessados ao palco.

Information Society é um belo exemplo de banda que não parou no tempo. Durante o show na Terra SP, o trio conseguiu reunir de forma precisa hits atemporais com o que existe de mais moderno em produção audiovisual. Paul Robb, Kurt Harland e James Cassidy irão se despedir no mundo da música. No entanto, o legado e a importância de suas obras irão permanecer para sempre. 

 

Manaus: A FORÇA QUE VEM DO NORTE

COGUMELO RECORDS – 30 ANOS

O METAL RESGATANDO A NOSSA HISTÓRIA

O MAL QUE NOS FAZ !

Back to Top