Metacrose – Interrorgate

Post feito por Leandro Vianna

O que nomes como Facada, Cangaço, Hate Embrace, Primordium, Sympherium, JackDevil, Soturnus, Torment the Skies, Mystifier, Siege Of Hate e Malefactor possuem em comum? Além de todas praticarem um som de qualidade inegável e muitas vezes original, todos os nomes listados acima são oriundos do Nordeste. Tal fato só mostra a força que a cena nordestina vem adquirindo a cada ano, gerando ótimos nomes.

Não que no passado não tivéssemos banda de destaques vindo daquelas paragens, já que algumas citadas logo acima são veteranas na cena, mas acho que podemos afirmar sem medo que hoje a região passa pelo seu melhor momento no que tange o Heavy Metal.

Vindo da Paraíba, o Metacrose é mais um nome a entrar nessa lista. A base do seu som está no Death Metal Melódico, mas a realidade é que passam longe dos clichês do estilo. Toques de Thrash Metal podem ser vistos aqui e ali, duetos de guitarras e solos tipicamente “maidenianos” brotam em profusão, dando uma boa dose de melodia as músicas e fechando o pacote, uma saudável influência de música regional surge em alguns momentos, inclusive com utilização de instrumentos teoricamente externos ao estilo, como Flauta e Cello (participações especiais de Nívea Maria Santos e Thomas Rodrigues, respectivamente).

Outra comprovação da amplitude que os paraibanos procuram dar a sua música é a participação de Marcos Siepen, guitarrista do Blind Guardian, em “How Can I Know Who I Am?” (um dos destaques do álbum). A verdade é que o Metacrose acaba por se mostrar uma banda técnica, ousada e carregada de personalidade, sem medo de arriscar novas nuances para seu som, o que é muito positivo, sem sombra alguma de dúvida.

Um dos momentos mais legais de Interrorgate se dá na faixa “Zé do Caixão”, que é exatamente o que você caro leitor deve estar imaginando, ou seja, uma homenagem ao grande José Mojica Martins, contando inclusive com a participação do mesmo e letra em português. Outros destaques inegáveis aqui ficam por conta de “What’s Wrong With Killing?”, “Is This Democracy?”, “What is Established?” e “Just Enough Rope”.

A produção ficou toda a cargo do talentoso Victor Hugo Targino, que mostrou a competência de sempre deixando tudo claro, limpo, pesado e brutal. Interrorgate é uma dessas estreias raras, onde a banda já de cara consegue encontrar um som próprio e carregado de personalidade.

Mostrando a riqueza do cenário nordestino, o Metacrose já chega metendo o pé na porta sem cerimônia e se credenciando a ser um dos grandes do Metal nacional nos próximos anos.

Metacrose – Interrorgate (2014)

01. What’s Wrong With Killing?
02. Is This Democracy?
03. How Can I Know Who I Am?
04. Are You the Truth?
05. What is Established?
06. Zé do Caixão
07. Interiorem
08. Just Enough Rope
09. Why Should He Live?
10. Exteriorem

Ouça a faixa ‘Is this Democracy’:

Tag:

COGUMELO RECORDS – 30 ANOS

O METAL RESGATANDO A NOSSA HISTÓRIA

EVOLUÇÃO NO HEAVY METAL

Back to Top