Edu Falaschi faz show primoroso em BH e relembra sucessos que o levaram ao topo!

Desde que lançou ao mercado seu mais recente disco solo, “Eldorado” (2023), Edu Falaschi tem rodado o Brasil e países sul-americanos com a robusta ‘Eldorado World Tour’

Desde que lançou ao mercado seu mais recente disco solo, “Eldorado” (2023), Edu Falaschi tem rodado o Brasil e países sul-americanos com a robusta ‘Eldorado World Tour’, turnê responsável por divulgar a bolachinha pelos quatro cantos do território brazuca. Belo Horizonte, tradicionalmente conhecido como berço do Metal nacional, obviamente, não ficou de fora da festa!

 

Edu Falaschi contou com casa cheia, no Mister Rock, em BH

 

Ao longo de sua trajetória, seja no Angra, Almah ou mesmo em carreira solo, Edu Falaschi sempre mostrou extremo critério e bom gosto ao reunir músicos para seus projetos. Portanto, não é novidade dizer seus fiéis escudeiros de longa data Aquiles Priester (bateria), Fabio Laguna (teclados), Roberto Barros (guitarra), Diogo Mafra (guitarra) e Raphael Dafras (baixo) vêm empilhando performances dignas do mais alto nível quando o assunto é Metal Melódico ou Power Metal, como queiram.

Falando do show, o capítulo mineiro da ‘Eldorado World Tour’, por sua vez, foi tomado pela sinergia entre banda e público já nos primeiros momentos. Assim que subiram ao palco Edu e sua banda esquentaram a turma com uma sequência de quatro canções de sua época áurea de Angra, com ‘Live and Learn’, ‘Acid Rain’ e as baladas ‘Waiting Silence’ e ‘Heroes of Sand’. Após uma rápida saudação os olhares se voltaram para a pesada ‘Sacrifice’, um dos hit’s de “Eldorado” (2023). A canção, que já possui um clipe, já caiu no gosto de boa parte da galera, que empunhou mãos para o alto e reverberou em energia cantando cada detalhe de seu grudento refrão.

Edu Falaschi não hesita em dividir os holofotes com sua trupe ao longo da apresentação. E foi ganhando ares de estrelas do espetáculo que os guitarristas Roberto Barros, o Cyborg, e Diogo Mafra conduziram a casa com riffs velozes, técnica e entrosamento apurados, além de solos ‘fritados’, característica tradicional do gênero e das músicas de Edu Falaschi. Provando tudo isso veio a furiosa ‘Tenochtitlán’, do recente disco, seguida da clássica balada ‘Bleeding Heart’, voltando aos tempos de Angra. Depois de uma versão poderosa de ‘Spread Your Fire’, Edu aproveitou a casa cheia para rasgar elogios aos seus companheiros de banda, intitulando-os como “grandes referências no Power Metal brasileiro e mundial”. Como de costume, Aquiles Priester também trocou palavras com o público, sempre bem descontraído.

 

Público acompanhou à risca os grandes clássicos do Angra

 

Obviamente, não faltaram aplausos por parte dos fãs belorizontinos! O público ainda teria uma reta final ‘pra lá’ de nostálgica com a dobradinha ‘Rebirth’ e ‘Nova Era’, ambas do disco responsável por marcar o início da trajetória de Edu Falaschi junto ao Angra. E foi assim, optando por um set recheado de clássicos, conduzido com muito carisma que Edu Falaschi e seus gabaritados músicos fizeram jus a história construída ao longo de mais de 20 anos no cenário da música pesada mundial. Se levarmos em conta o Know-how e experiência do quinteto aqui citado, já havia praticamente a certeza de que a satisfação seria mais do que garantida… E não deu outra!

 

Set:
Live and Learn
Acid Rain
Waiting Silence
Heroes of Sand
Sacrifice
Milennium Sun
Land Ahoy
Temple of Hate
Tenochtitlan
Bleeding Heart
Senores Del Mar/Wield the Sword
Spread Your Fire
Rebirth
Nova Era

Fotos e texto: Reynaldo Trombini

Next Post

Turnê latina dos americanos do Ashes Of Ares está cancelada

Desde que lançou ao mercado seu mais recente disco solo, “Eldorado” (2023), Edu Falaschi tem rodado o Brasil e países sul-americanos com a robusta ‘Eldorado World Tour’, turnê responsável por divulgar a bolachinha pelos quatro cantos do território brazuca. Belo Horizonte, tradicionalmente conhecido como berço do Metal nacional, obviamente, não ficou de fora da festa!   Edu Falaschi contou com casa cheia, no Mister Rock, em BH   Ao longo de sua trajetória, seja no Angra, Almah ou mesmo em carreira solo, Edu Falaschi sempre mostrou extremo critério e bom gosto ao reunir músicos para seus projetos. Portanto, não é novidade dizer seus fiéis escudeiros de longa data Aquiles Priester (bateria), Fabio Laguna (teclados), Roberto Barros (guitarra), Diogo Mafra (guitarra) e Raphael Dafras (baixo) vêm empilhando performances dignas do mais alto nível quando o assunto é Metal Melódico ou Power Metal, como queiram. Falando do show, o capítulo mineiro da ‘Eldorado World Tour’, por sua vez, foi tomado pela sinergia entre banda e público já nos primeiros momentos. Assim que subiram ao palco Edu e sua banda esquentaram a turma com uma sequência de quatro canções de sua época áurea de Angra, com ‘Live and Learn’, ‘Acid Rain’ e as baladas ‘Waiting Silence’ e ‘Heroes of Sand’. Após uma rápida saudação os olhares se voltaram para a pesada ‘Sacrifice’, um dos hit’s de “Eldorado” (2023). A canção, que já possui um clipe, já caiu no gosto de boa parte da galera, que empunhou mãos para o alto e reverberou em energia cantando cada detalhe de seu grudento refrão. Edu Falaschi não hesita em dividir os holofotes com sua trupe ao longo da apresentação. E foi ganhando ares de estrelas do espetáculo que os guitarristas Roberto Barros, o Cyborg, e Diogo Mafra conduziram a casa com riffs velozes, técnica e entrosamento apurados, além de solos ‘fritados’, característica tradicional do gênero e das músicas de Edu Falaschi. Provando tudo isso veio a furiosa ‘Tenochtitlán’, do recente disco, seguida da clássica balada ‘Bleeding Heart’, voltando aos tempos de Angra. Depois de uma versão poderosa de ‘Spread Your Fire’, Edu aproveitou a casa cheia […]