Bayside Kings lança clipe de ‘Entre a Guerra e a Paz’

Clinger Carlos

Crédito: Lucas Storache

Registro lançado via Repetente Records é a terceira parte do álbum conceitual #livreparatodos

O Bayside Kings, acaba de soltar o dinâmico vídeoclipe da música ‘Entre a Guerra e a Paz’, com recortes de imagens reais e cenas da banda em estúdio. A canção faz parte do EP Dualidade, lançado em novembro de 2023 pelo selo Repetente Records (criado a administrado pelos músicos do CPM 22, Badauí e Phil Fargnoli, junto ao diretor artístico Rick Lion)

 

Assista aqui:

O clipe tem roteiro de Milton Aguiar, o vocalista do Bayside Kings, com direção e edição de André Martins.

 

Milton explica que ‘Entre a Guerra e a Paz’ é um “experimento sonoro”. “É um convite crítico interno e externo de um ponto de vista de como a gente vive a vida dentro das nossas dualidades de convicções. E quando falo em experimento, é o lance do BSK inovando dentro do próprio jogo de trabalhar refrãos mais melódicos e também, como em quase todas as músicas dessa nova fase em português, terem perguntas diretas”.

 

Entre a guerra e a paz, o que você escolhe? Essa é a pergunta que norteia a música e também o vídeoclipe. “É uma forma de sugerir para sair de cima do muro”, completa o vocalista.

 

“De uma forma mais simples, imagina um copo com água até a metade dele. Como você vê ele? Meio vazio ou meio cheio? É o yin yang diário, ‘Ou se morre como herói, ou vive-se o bastante para se tornar o vilão’, essa frase do cavaleiro das trevas ela bate muito na minha cabeça dentro do conceito de dualidade”, ressalta Milton sobre o contexto desta complexa e reflexiva composição do EP Dualiade.

 

O clipe ainda destaca uma frase crucial da letra de Entre a Guerra e a Paz: Organize o seu ódio. “Quando a gente assume esta postura com a frase, acredito nela como agente de mudança, social ou pessoal; um senso de coletivo humanizado, plural e de vitória”.

Arte da capa: w.loud

  1. (DES) OBEDECER

  2. ENTRE A GUERRA E A PAZ

  3. NA DOR / O AMOR

  4. PARE (SER)

 

Ficha técnica

Músicas produzida por Bayside Kings

Letras: Milton Aguiar

Músicas: Bayside Kings

Gravado, mixado e masterizado por Estúdio TOTH

 

Bayside Kings é:

Milton Aguiar (vocal)

David Gonzalez (bateria)

Emanuel Filgueira (baixo)

Matheus Santacruz (guitarra)

 

Acompanhe a banda:

 

Fonte: Tedesco Comunicação & Mídia


Next Post

MY DYING BRIDE anuncia novo álbum de estúdio 'A Mortal Binding' e lança novo videoclipe/single 'Thornwyck Hymn'

Crédito: Lucas Storache Registro lançado via Repetente Records é a terceira parte do álbum conceitual #livreparatodos O Bayside Kings, acaba de soltar o dinâmico vídeoclipe da música ‘Entre a Guerra e a Paz’, com recortes de imagens reais e cenas da banda em estúdio. A canção faz parte do EP Dualidade, lançado em novembro de 2023 pelo selo Repetente Records (criado a administrado pelos músicos do CPM 22, Badauí e Phil Fargnoli, junto ao diretor artístico Rick Lion)   Assista aqui: O clipe tem roteiro de Milton Aguiar, o vocalista do Bayside Kings, com direção e edição de André Martins.   Milton explica que ‘Entre a Guerra e a Paz’ é um “experimento sonoro”. “É um convite crítico interno e externo de um ponto de vista de como a gente vive a vida dentro das nossas dualidades de convicções. E quando falo em experimento, é o lance do BSK inovando dentro do próprio jogo de trabalhar refrãos mais melódicos e também, como em quase todas as músicas dessa nova fase em português, terem perguntas diretas”.   Entre a guerra e a paz, o que você escolhe? Essa é a pergunta que norteia a música e também o vídeoclipe. “É uma forma de sugerir para sair de cima do muro”, completa o vocalista.   “De uma forma mais simples, imagina um copo com água até a metade dele. Como você vê ele? Meio vazio ou meio cheio? É o yin yang diário, ‘Ou se morre como herói, ou vive-se o bastante para se tornar o vilão’, essa frase do cavaleiro das trevas ela bate muito na minha cabeça dentro do conceito de dualidade”, ressalta Milton sobre o contexto desta complexa e reflexiva composição do EP Dualiade.   O clipe ainda destaca uma frase crucial da letra de Entre a Guerra e a Paz: Organize o seu ódio. “Quando a gente assume esta postura com a frase, acredito nela como agente de mudança, social ou pessoal; um senso de coletivo humanizado, plural e de vitória”. Arte da capa: w.loud (DES) OBEDECER ENTRE A GUERRA E A PAZ NA DOR / O AMOR […]