Khorium: tudo pronto para o lançamento do segundo álbum

Clinger Carlos

Depois de meses de estruturação, aplicação de ideias, escolha de convidados, entre outras coisas, a Khorium engatilha o segundo álbum completo da carreira. Em primeira mão, o sucessor de ‘Idiocracia Tropical Contemporânea’ lançado em 2019, se chamará ‘Forças Opostas’. Em segundo lugar, fica estabelecido o dia 18/06 (sexta-feira) como data de lançamento pelas plataformas digitais. Ao passo que a produção de ‘Forças Opostas’ avançava, a banda publicava imagens dos bastidores para mais interação com os fãs. Já foram postados vídeos sobre a concepção e participações especiais como a do MC Felipin (em ‘Mercadores da Fé’) e, recentemente, sobre a participação de Tatto Paschoal (Gollira Rap, em ‘Punhos Erguidos’). Para conferir o último making of clique em: https://www.youtube.com/watch?v=1alKKuSEm-Q Sob o mesmo ponto de vista, a participação do cantor, apresentador e ator Jimmy London (Jimmy & Rats, Matanza Ritual, ex-Matanza) também configura em ‘Muito Fala, Nada Faz’. Sobre a arte que acompanha o segundo álbum do Khorium, o artista Paulo Kalvo ilustrou uma das realidades mais recentes de nossa história. Em síntese, o desenhista aborda a política no Brasil, representada pelo ódio ou descaso de seus governantes a algumas classes sociais e meio ambiente. Como forma de divergência de interesses, a ilustração representa exatamente o que poderia ser o sentimento das várias partes. Confira a arte abaixo: https://i.imgur.com/9l9w3d3.jpg Por fim, você pode conferir abaixo o tracklist completo de ‘Forças Opostas’, mas não se esqueça de conferir o lançamento do álbum em 18 de junho, em sua plataforma digital preferida. 1) Forças Opostas 2) Punhos Erguidos 3) Judas 4) Mercadores da Fé 5) Muito Fala, Nada Faz 6) Ñorairõ 7) Brasil: Terra do Caos 8) Necropolitica (Eugenic’s Plan) 9) Lágrimas de Mãe

Edu Falaschi: conheça as 10 participações especiais no álbum “Vera Cruz”

Clinger Carlos

Aproximando-se do lançamento de seu primeiro álbum autoral, “Vera Cruz”, o cantor e compositor Edu Falaschi apresenta todas as participações especiais do disco e comentário sobre cada uma delas. O álbum será lançado no mês de Maio de 2021 pela MS Metal Records. Edu Falaschi comenta: “Esse é certamente um dos discos mais importantes da minha carreira, um álbum que marca o início de uma nova era na minha história como músico profissional e como artista solo. Com músicas e técnica vocal que resgatam minhas principais características da qual a maioria dos fãs me conheceu no início dos anos 2000, principalmente nos meus trabalhos no Symbols e Rebirth, venho com o Vera Cruz dar continuidade a essa história, com um disco conceitual, uma mistura de ficção, romance e fatos e que acontece durante o período de descobrimento do Brasil! Nesse contexto então, eu decidi convidar única e exclusivamente artista do Brasileiros, alguns de renome internacional, mas que representam legitimamente nossa brasilidade Assista vídeo de apresentação dos convidados:  https://youtu.be/4-8ZqgtnwcY 1 – Max Cavalera: “É imensamente emocionante poder trabalhar e ter a honra de contar com a voz de um dos maiores ídolos do Heavy Metal mundial, me lembro de ter escutado o Sepultura no seu início e de pensar o quanto aqueles caras eram diferenciados, amo toda a história da banda e também os trabalhos mais recentes do Max, mas a voz e o carisma dele me remetem a um tempo muito especial do metal e da minha vida, então esse fator emocional conta muito para minha eterna gratidão e felicidade em poder ter seu talento num disco tão importante para mim”. 2 – Elba Ramalho: “Elba Ramalho é uma das minhas grandes inspirações e influências. Uma artista refinada e de extrema importância. Sua história e sua obra são um tesouro nacional. Suas raízes estão fortemente impressas na melodia e arranjos dessa canção. Eu não poderia estar mais feliz e ansioso para mostrar a vocês essa linda união!” 3 – Dennis Ward: “Poder trabalhar, eu e o Aquiles, com o mega produtor Dennis Ward novamente é extremamente emocionante, ter essa verdadeira […]

Randy Burns: Lendário produtor é questionado: Quem inventou o Death Metal?

Clinger Carlos

A primeira entrevista de abril do canal HEAVY CULTURE contou com um convidado muito especial: Randy Burns. O lendário produtor americano possui um currículo extenso e é um dos nomes mais lembrados entre os fãs de Heavy Metal, tendo produzido álbuns clássicos, como “Peace Sells… but Who’s Buying?” (Megadeth), “Scream Bloody Gore” (Death), “Game Over” e “Handle With Care” (Nuclear Assault), “Suicidal Tendencies” (Suicidal Tendencies), “Extreme Aggression” (Kreator) e “Darkness Descends” (Dark Angel”. Embora década de 1990 em diante tenha trabalho com poucas bandas, ele contou no bate-papo que está voltando ao circuito e está trabalhando com o M.O.D., banda de Billy Milano (S.O.D.). Burns – hoje com 66 anos de idade – iniciou sua jornada pelo mundo da música no início da década de 1980, trabalhando como engenheiro de som para bandas punk de Los Angeles, estreando com a produção da coletânea “Hell Comes To Your House”, que trazia Social Distortion, Redd Kross, Christian Death, dentre outras bandas locais. Com o respaldo apresentado no bolachão, o produtor foi chamado pelo Suicidal Tendencies, assinando a produção do primeiro disco dos californianos. A partir daí os trabalhos começaram a surgir rapidamente, principalmente quando Steve Sinclair, da Combat Records, o chamou para produzir o debut do emergente Possessed, “Seven Churches”. O resto é história, agora revisitada pelo HEAVY CULTURE. No bate-papo realizado com Jay Kay e Miguel Martins, o produtor contou alguns causos naqueles incríveis anos vividos na década de 1980 e início de 1990, quando pôde trabalhar em álbuns que se tornariam verdadeiros clássicos. Ele também contou que chegou a tocar em algumas bandas como guitarrista, inclusive formando uma com a própria namorada, o que o levou a comprar algum equipamento para gravar as próprias demos. Ao mesmo tempo, ele iniciou a produzir bandas de amigos e seu nome vai crescendo, chegando até a mencionada coletânea. Randy Burns também teceu comentários e curiosidades sobre os seguintes álbuns que trabalhou: “Extreme Aggression”, “Seven Churches”, “Scream Bloody Gore”, “Darkness Descends”, “Handle With Care”. Por fim, a equipe do HEAVY CULTURE questiona: Quem inventou o Death Metal? Possessed ou Death? A resposta estava na ponta da língua: “Possessed. Eu acho que eles foram os primeiros, então eu acho que foi definitivamente com “Seven Churches”… você pode argumentar que ainda não é Death Metal, mas você sabe, é claro que o Death é um pouco diferente, […]

METAL VRAU sendo ROCK STAR por um dia!

Clinger Carlos

Se você gosta de Heavy Metal assumirá subitamente que já gritou diversas vezes “Stand Up And Shoooout” até se esgoelar! Isso é um fato! A ‘collab’ lançada pelo METAL VRAU nesse semana é justamente essa que é uma das faixas mais emblemáticas extraídas da trilha sonora do famosíssimo filme “Rock Star”, lançado há exatos 20 anos (2001) e muito querido pelos amantes do bom e velho metal! Não só a trilha sonora de peso, mas toda a história do filme é praticamente o que todo jovem (e até mais velhos) sonha um dia: se tornar um famoso ‘rock star’. Seu enredo foi levemente baseado na história do cantor Tim “Ripper” Owens, cantor de uma banda cover da gigantesca banda de Heavy Metal britânica Judas Priest na época e que teve a sorte grande em ser escolhido para substituir seu ídolo Rob Halford na própria, e tem uma trilha sonora matadora repleta de grandes do metal, como, por exemplo, Jeff Scott Soto, Zakk Wylde, Jason Boham, Jeff Pilson etc, caindo nas graças de todo headbanger que se preze. Até hoje, e pelas próximas gerações, a fictícia banda ‘Steel Dragon’, que simbolizava o Judas Priest no filme, será sempre lembrada por conta de verdadeiros clássicos gravados com os monstros citados acima. Assista a versão de “Stand Up And Shout!” do METAL VRAU e inscreva-se no canal: https://youtu.be/LRxkD-txSMs “Stand Up And Shout”, composta por Sammy Hagar (ex-Van Halen), foi gravada originalmente por Jeff Scott Soto (vocal), Zakk Wylde (guitarra) e Jeff Pilson (baixo) e aqui conta com as seguintes feras brasileiras: Rafael Pacheco – Vocal/Guitarra (Untrusted/Empire) (@rafaelrcpacheco) Marcos Rodrigues – Baixo (Sarkaustic) (@marcosramosrodrigues) Silvio Senna – Bateria (Ministério da Discórdia/Sarkaustic) (@silviosenna72) Cada integrante da ‘collab’ capturou seu próprio som e takes de filmagem. Produção de áudio por METAL VRAU. Todos os direitos sobre a música pertencem à marca STEEL DRAGON, bem como todos seus representantes legais/culturais. “Desafio realizado e cumprido! Graças a ajuda dos meus brothers Silvio e Marcos, que tiveram a coragem de entrar nessa comigo (risos), consegui gravar uma das músicas que marcaram a minha vida dentro do Rock/Metal graças ao filme ‘Rock Star’. Espero não ter decepcionado!”, comentou Rafael Pacheco. E aí, o que acharam? Se inscrevam no canal e comentem! Mais sobre o METAL VRAU: O METAL VRAU é um canal paulistano no YouTube, fundado em maio de 2018 pelos […]

Dark Asylum: O Retorno da Loucura!

Clinger Carlos

Formada em 2003, a banda gaúcha DARK ASYLUM surgiu para aplacar a verve criativa de seu fundador, o vocalista Aparício “Dark” Neto, baseada em uma conceituação que prega a união, fidelidade e paixão ao Metal. Desde seu início a banda concentrou esforços em uma proposta desafiadora, misturando Heavy Metal Tradicional e Thrash Metal, criando um híbrido com muito peso, agressividade e melodia, porém, sem limites estilísticos. Para Aparício “Dark” Neto, a banda “foi projetada e designada para ser uma força dentro da cena, unindo as bandas e pessoas, e com toda a sua produção pensada em divertir o público.” E ela obteve sucesso absoluto em seus objetivos na sua primeira fase: a banda conquistou o seu espaço e carregou orgulhosa a bandeira do Metal de 2003 a 2008, sempre participando dos melhores eventos, tendo como parceiras as bandas mais importantes e abrigando seu público de forma sincera, verdadeira e apaixonada. Outra forte característica do grupo era a energia de seus shows bombásticos, vide as participações em importantes festivais, como Zeppelin in Concert (VI e X), IV Thrash Attack Festival, Storm Festival (II e Gates of), IV Live Jam, II Great Steel Festival, dentre outros. Após cinco anos de intensas atividades, o grupo sofreu uma pausa abrupta pelos mais variados motivos. A banda deixou saudades em muitas pessoas que viveram e participaram daqueles grandes momentos. E deixou também um fogo ardendo no coração de seu fundador, que, mesmo depois de treze anos passados, resolveu que era hora de reabrir o Hospício, retornando com nova formação e a mesma disposição daqueles anos iniciais. Agora, ao lado de William “The Axe Murderer” Leite e Ângelo “Angel of Death” Gobbi (guitarras), John “Doomslayer” Xavier (baixo) e Peter “Samurai” Pavan (bateria), o vocalista Aparício “Dark” Neto planeja retomar sua trajetória com a banda, mas não sem antes lançar o material inédito daquela época. No dia 23 de abril estará disponível o EP “Deep in the Madness”, com músicas gravadas pela antiga formação, que contava com Leonardo “Babyface” e Vilmar Gusbeti (guitarras), Jonas Torres (baixo), além do baterista convidado Everson Krentz. O EP terá lançamento físico pela True Metal Records, selo de Flávio Soares (Leviaethan), especializado em bandas de Metal. A tiragem será limitada, e já está em pré-venda através dos contatos da gravadora. A arte do CD e do encarte acompanham os conceitos […]

JUGGERNAUT: “uma abordagem musical séria e bem produzida” – Cvecezla (BIH)

Clinger Carlos

[POR] “O mais recente, ‘La Bestia’, é a confirmação de que a qualidade é muito mais importante do que a quantidade, com uma abordagem musical séria e bem produzida. Estas são canções bem escritas, complexas e muito ‘aceites’, cuja ambição de arranjo não obscurece suas ideias e temas centrais.” [BIH] “Najnoviji, La Bestia je potvrda da je kvalitet ipak znatno važniji od kvantiteta, sa ozbiljnim , kvalitetno produciranim pristupom muzici. Ovo su dobro napisane, kompleksne a vrlo ‘keči’ pesme čija aranžmanska ambicioznost ne zaklanja nijihove centralne ideje i teme.” Leia a resenha completa em BÓSNIO aqui: https://cvecezla.wordpress.com/2021/01/16/mehmet-metal-mejhem-nedeljni-metal-pregled-16-01-2021/ Encontre “La Bestia” nas principais plataformas de streaming e download do mundo em apenas um clique, acesse: http://ouca.la/la-bestia Todas as resenhas, entrevistas e matérias especiais sobre o JUGGERNAUT podem ser conferidas no clipping da banda disponibilizado pela Sangue Frio Produções: https://www.sanguefrioproducoes.com/upload/clipping/Juggernaut.pdf Imprensa interessada em receber “La Bestia” completo para resenha escreva para [email protected] ou pelo WhatsApp/Telegram pelo número (46) 98838-7204 – Sangue Frio Produções – e solicite o press kit. Contato para shows (PRESENCIAIS OU EM LIVES): E-mail: [email protected] WhatsApp/Telegram: (46) 98838-7204 – Sangue Frio Produções Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato Sites relacionados: https://www.facebook.com/JuggernautThrash https://www.instagram.com/juggernautthrash/ https://open.spotify.com/artist/5qHLzgOL53VoWprZYW9vkt http://juggernaut.com.br/ https://sanguefrioproducoes.com/artistas/JUGGERNAUT/83

Mortifer Rage: banda disponibiliza single “Religious Necrosis” para audição completa no YouTube

Clinger Carlos

Dando continuidade ao processo de liberação de todas as suas músicas em seu canal oficial no YouTube, o Mortifer Rage acaba de disponibilizar mais uma música aos seus fãs. Se trata de “Religious Necrosis”, mais uma faixa oriunda do álbum “Fall of Gods”, de 2017. Confira abaixo. https://youtu.be/8h62jN3f8Cs Vale dizer que a banda continua em estúdio trabalhando em seu novo álbum de estúdio, e em breve novidades nesse sentido serão dadas aos fãs. Para se manter informado das novidades do Mortifer Rage, acompanhe a banda em suas redes sociais. Mortifer Rage: Carlos “Pira” – Baixo/Vocal Robert Aender – Guitarra Amon – Guitarra/Backing Vocal Angelo Petterson – Bateria Mais informações: Facebook: https://www.facebook.com/mortiferragebr/ Instagram: https://www.instagram.com/mortiferragebr/ YouTube: https://youtu.be/PMr5457e9UE

Age of Artemis anuncia Airton Araujo como novo vocalista; assista vídeo

Clinger Carlos

Banda regrava “Echoes Within” para apresentar novo cantor aos fãs A Age of Artemis acaba de anunciar Airton Araujo como seu novo vocalista. Para apresentar o novo cantor aos fãs, os músicos divulgaram um vídeo tocando a música “Echoes Within”, uma das faixas preferidas de todos que gostam da Artemis. Completam a formação Giovanni Sena (baixo), Gabriel Soto (guitarra), Jeff Castro (guitarra) e Riccardo Linassi (bateria). Assista vídeo de “Echoes Within”: https://youtu.be/qsWfJDZOfl8 Os músicos falam sobre a escolha de Airton Araujo: “Desde o início o Airton nos mostrou o quanto ele queria fazer parte da família Artemis. Quase toda semana ele nos mandava um novo vídeo cantando uma de nossas músicas. Foi incrível como ele incorporou nossas músicas. Ele tinha um jeito muito peculiar de interpretá-las. E isso era o que estávamos procurando”. – Giovanni Sena “Integrar um time dos sonhos desse tipo é realmente uma felicidade imensa. Acompanho a Age of Artemis desde o lançamento (na verdade desde o Studio Report) do “Overcoming Limits” e isso mostra como o mundo é louco e dá voltas. É evidente a responsabilidade que me foi dada de cantar as mesmas canções que esses dois monstros que por aqui passaram (Alírio e Pedro). Os admiro demais e trabalharei com o maior orgulho e determinação do mundo para dar o que os fãs da Age merecem. Espero ansiosamente encontrar com todos vocês nos shows vindouros.” – Airton Araujo Ao longo de 2021 a Age of Artemis irá presentear os fãs com novidades acerca de novas músicas e um novo trabalho que está sendo preparado com todo carinho e personalidade pelos músicos. Mais informações: Site oficial: http://ageofartemis.com.br/ Facebook: https://www.facebook.com/ageofartemis/ YouTube: http://www.youtube.com/artemisbrazil Instagram: https://instagram.com/ageofartemis

Rage In My Eyes: Assista ao vídeo de “Winter Dream”, exibido no festival da Roadie Crew

Clinger Carlos

Já está disponível o vídeo para a música “Winter Dream”, exibido no festival da revista Roadie Crew no início de dezembro. A faixa abre o último disco do grupo, “Ice Cell”, lançado no ano passado, quando os gaúchos fizeram o show de abertura para o Iron Maiden em Porto Alegre. Sobre a escolha de “Winter Dream” em versão quarentena, o baterista Francis Cassol conta que a decisão foi unânime: “Esta, sem dúvida, é uma faixa especial dentro do contexto do disco “Ice Cell’. Além de abrir o álbum, ela tem uma veia prog bastante forte e uma presença marcante do acordeon do Matheus Kléber.” Além disso, o RAGE IN MY EYES também promove sua participação no tributo brasileiro ao Iron Maiden intitulado “Somewhere In Brazil…The Brazilian Tribute To Iron Maiden”, onde apresentam uma versão ainda mais empolgante do clássico “Aces High”. Em resenha do tributo publicada no site Rebel Rock RS (https://rebelrockrs.blogspot.com), o redator Sergiomar Menezes teceu as seguintes palavras sobre esta versão: “Os gaúchos da Rage in My Eyes não deixam pedra sobre pedra com “Aces High”, clássico indiscutível, presente em “Powerslave” (1984). Sem querer reinventar a roda, o grupo manteve as características originais da faixa, com destaque para os vocais de Jonathas Pozo, que não quis cantar como Bruce, e também para o batera Francis Cassol, que senta a mão sem piedade em seu kit”. Assista ao vídeo de “Winter Dream”: https://www.youtube.com/watch?v=OfB3faJoP54 Confira “Aces High” no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=bBSfxEksXfk Ouça “Ice Cell” no Spotify: https://open.spotify.com/album/2BtduBVMyoLJYIMf6LhfH8 Contatos: Site: www.rageinmyeyes.com Youtube: https://www.youtube.com/RageInMyEyes Facebook: http://www.facebook.com/rageinmyeyes Instagram: http://www.instagram.com/rageinmyeyes Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Holocausto War Metal: Assista ao vídeo clipe de “Guerra”, do novo álbum

Clinger Carlos

Em 2020, comemora-se 35 anos de criação do War Metal Brasileiro, e de acordo com Valério Exterminator, “nossos aliados jamais seriam deixados no front de guerra, sem a presença da banda lutando ao lado deles”. Apesar da pandemia, a banda rebatizada como HOLOCAUSTO WAR METAL, teve um ano de muita produção, com vários objetivos alcançados, como por exemplo: lançamento da demo “War General” (janeiro), gravação de duas músicas inéditas para a coletânea “Reborn To Eternity” (julho), que será lançada no começo de 2021 com bandas oitentistas de Belo Horizonte, e a gravação do álbum de estreia da formação War Trio (agosto – outubro), de nome “Batismo de Fogo”, com Manfredo War Tank (bateria e vocal), Rafão The Trigger (baixo e vocal) e Valério Exterminator (guitarra e vocal principal). Ainda foi montada a gravadora WarCore Records pelos três integrantes da banda, e vários splits serão lançados em breve. Recentemente foi criado o canal oficial da banda no YouTube, com o primeiro vídeo clipe da banda, que traz a música “Guerra”, música escolhida como “carro-bomba” do álbum “Batismo de Fogo”. De acordo com Valério Exterminator, sempre houve por parte dele uma resistência em contratar profissionais para produzirem um clipe para a banda. “A imagem de banda maldita e controversa, frequentemente ligada erroneamente ao nazismo, não poderia produzir um vídeo clipe que não causasse forte impacto aos aliados já na primeira assistida. Então fui convencido por Rafão que os profissionais seriam orientados sobre o que queríamos, mas nem foi preciso, pois Marcos Resende (banda Pesta) com parceria de César Pessoa (banda Mutilator), e Felipe Brasil (Lemmy’s Bar) da Vibe Sinistra Vídeos, conhecem a história da banda”. O clipe foi lançado oficialmente no festival da revista Roadie Crew por indicação de Murillo Leite (Genocídio e BHell), e desde então tem recebido elogios principalmente por traduzir a imagem da banda, o passado War Metal, e sobretudo que o presente será ainda mais brutal. Fica evidenciado e de forma explícita que o HOLOCAUSTO WAR METAL, com a formação atual, manteve as principais origens do estilo criado nos anos 80.   Confira o vídeo clipe de “Guerra” e inscreva-se no canal: https://www.youtube.com/watch?v=CInbcQdOrn4 Contatos: Facebook: https://www.facebook.com/exterminator.wargeneral Youtube: https://bit.ly/YTExterminator E-mail: [email protected] Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Em “In Nomine Éireann”, Tuatha De Dannan homenageia a cultura e música da Irlanda

Clinger Carlos

São 26 anos de história! Sete álbuns, shows e turnês por todo Brasil, inclusive na Europa, quando se apresentaram no maior festival de heavy metal do planeta, o Wacken Open Air. Idolatrados pelo público e imprensa especializada, ganharam exposição até na grande mídia, participando de programas televisivos de grande audiência. Os fatos históricos da carreira do Tuatha de Dannan são mesmo abundantes. Como sua arte. A relação do Tuatha de Dannan com a cultura irlandesa é tão intrínseca quanto sua relação com o heavy metal. De certa forma a banda mineira singulariza a pluralidade desse mosaico étnico que é a cultura brasileira. “In Nomine Éireann”, novo trabalho da banda, é criativamente espontâneo – está sendo lançado há pouco mais de um ano após “The Tribes of Witching Souls” – assim como também é espontânea a sua intenção: homenagear a cultura e música da Irlanda. De acordo com Bruno Maia, a ideia de lançar um disco como “In Nomine Éireann”, que reúne canções tradicionais irlandesas rearranjadas e readaptadas para o universo criativo do Tuatha de Dannan, é tão antiga quanto os desafios comuns a qualquer banda de rock. “Em meio a tantas demandas que uma banda tem, nunca tivemos uma formação antes da atual que se sentisse confortável em debruçar sobre um trabalho desse”, conta o vocalista e multi-instrumentista. “Até que, no ano passado, depois do lançamento do último trabalho e com sua subsequente turnê, vimos que era a hora, já que a atual formação é muito harmoniosa e competente. A ideia era que esse seria um disco rápido de se produzir, mas ninguém contava com o coronavírus”. Os reveses da pandemia só foram minimizados pela familiaridade e proximidade do Tuatha De Dannan com a cultura Irlandesa. A seleção do repertório do álbum foi feita pelo próprio Bruno Maia que é um especialista na arte da Irlanda, além de ser um dos integrantes da banda Terror Celta de música tradicional irlandesa ao lado de outros três músicos do Tuatha de Dannan: Giovani Gomes (b), Rafael Ávila Delfino (d) e Nathan Viana (violino). “Alguns desses temas já tocávamos em shows acústicos do Tuatha […]

White Dragon Project: Banda mineira divulga capa do novo álbum, “The Story of Gaia”

Clinger Carlos

A banda mineira de Heavy Metal WHITE DRAGON PROJECT está divulgando a capa e o conceito de seu segundo álbum, “The Story of Gaia”, que será lançado em 2021 pela Nomade Records. O grupo entra mais uma vez no mundo das civilizações antigas, onde várias teorias se fundem com a realidade da nossa história, surgindo assim esse novo trabalho, onde os integrantes já estão em estúdio na produção do álbum. O vocalista Leo Rodrigues explica que ainda não há data certa para o lançamento, devido aos compromissos de cada integrante, mas afirma que todos estão trabalhando para que saia um material de qualidade. Entretanto, a capa do álbum já está finalizada, com uma belíssima criação de um dos melhores designer do Brasil, Romulo Dias. Em comunicado, o WHITE DRAGON PROJECT declara: “Ficamos surpresos com o resultado final, foi muito gratificante ter colocado o Romulo nesse trabalho, fez exatamente o que a gente precisava, colocou na capa o significado de todo o contexto que o álbum irá abordar, ficou excelente!”. O próprio Romulo Dias explica como surgiu essa parceria: “O Léo já acompanhava meu trabalho na internet e eu o dele, até que chegou o momento de trabalharmos juntos. Foi uma experiência muito gratificante já que também tenho grande apreço pelo tema, ficando assim mais fácil mergulhar nessas ideias. Sobre o tema do álbum, o artista gráfico deu sua opinião e explicou como funcionou a criação da arte juntamente com a banda: “Tenho um grande interesse no tema, por civilizações antigas, deuses, culturas místicas tudo isso sempre me fascinou e tento sempre aplicar o que aprendo com esses conteúdos ao meu trabalho. Em conversa com os integrantes da banda, eles me passaram todas as ideias que queriam para a construção da capa, a partir disso fiz a primeira parte da capa e enviei para eles, como o resultado foi positivo foi só finalizar e entregar, curti demais o resultado acho que todos vão curtir bastante”. Ouça o debut “Prepare for the Changes” no Spotify: https://open.spotify.com/album/2PndvEDctChkSzUBRK8ftX Ouça “Prepare for the Changes” no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=7cTXu8r1Oq0   Contatos: Facebook: www.facebook.com/whitedragonproject Instagram: www.instagram.com/whitedragonmetal

Elephant Casino: banda comemora recepção do single “Fire”

Clinger Carlos

Lançado no último dia 04 de setembro, o single “Fire”, além de ser o mais recente material da banda mineira Elephant Casino, serviu para apresentar oficialmente ao público o novo vocalista da banda, Joey Pereira , arrebentando em estúdio. E os resultados obtidos não poderiam ser melhores. Aproximando-se dos 70 mil views do clipe oficial no Youtube, além de 35 mil streamings no Spotify, “Fire” é, nas palavras de Joey, “uma música que representa renascer, renovar, estar de cabeça erguida sempre, manter a chama acesa. É uma música energética e que passa uma sensação de fúria, de poder, de querer estar sempre em movimento, de querer fazer justiça com as próprias mãos”. O músico complementa ainda: “este foi o meu primeiro trabalho gravado em estúdio e foi um pouco tenso no início das gravações, pois a banda já tinha outros trabalhos muito bons gravados com dois ex-vocalistas, então a rolou a sensação de ‘será que vai funcionar? Como os fãs da banda vão reagir?’ Eu simplesmente adoro esse som! Trabalhar com a Elephant Casino tem sido um processo  desafiador e é disso que eu gosto”. A banda, que agora encontrou seu vocalista definitivo, além de ser anunciado no cast da The Bridge Press, está em estúdio, dando os toques finais no próximo single, a ser lançado no começo de 2021, enquanto compõe as músicas de seu primeiro full-lenght, a ser lançado até o final do ano que vem. Confira abaixo o videoclipe oficial de “Fire”: https://www.youtube.com/watch?v=hGjg3toG-sQ Elephant Casino é: Joey Pereira – Vocal Rafael Fajardo – Guitarra Filipe Marks – Baixo Diego Sans – Bateria Escute Elephant Casino nas plataformas digitais: Spotify: https://spoti.fi/3lud6E4 Deezer: https://bit.ly/32y2ltf Amazon Music: https://amzn.to/32vAHNc